Imprensa

Assuntos
Ambev > Imprensa > Releases > Ambev investe em segmento de franquia popular
a A

Ambev investe em segmento de franquia popular

08.06.2011 15:17

Empresa desenvolve modelo Nosso Bar voltado aos micro e pequenos empreendedores. Franquia inovadora no mercado requer investimento inicial a partir de  R$ 28 mil e tem retorno previsto de 12 a 20 meses

A expansão da classe C e o aumento de renda da população aquecem a economia e abre novas oportunidades de negócios para a Ambev. Primeira empresa a desenvolver o segmento de franquias de bebidas no Brasil, a companhia criou agora o Nosso Bar, uma franquia popular, destinada aos micro e pequenos empreendedores, e que requer um investimento  inicial a partir de R$ 28 mil. O projeto, pioneiro neste segmento, pretende incentivar os negócios na classe média, familiares e desenvolver o bar popular, respeitando as características de cada bairro e franqueado. A franquia inicia as operações em São Paulo e  pode ser expandida para outras regiões a partir do ano que vem. O retorno previsto do investimento é de 12 a 20 meses.

O Nosso Bar é uma opção de franquia popular em regiões urbanas, periferias e centros de grandes cidades. Ao contrário das franquias tradicionais, o Nosso Bar permitirá ao investidor escolher o nome do estabelecimento e desenvolver um cardápio de pratos e petiscos que atendam às necessidades de cada região e do público. Os interessados em investir na franquia  vão ter à disposição  toda estrutura da Ambev no segmento, que inclui padronização visual e dos materiais de divulgação; programas de capacitação para gerir um negócio e investimentos financeiros; assessoria de gestão, além do atendimento periódico dos consultores da rede Nosso Bar. A ideia é oferecer ao proprietário e aos clientes a melhor estrutura com padrão visual, produtos de qualidade, entretenimento e ambiente familiar.

O investimento da Ambev no segmento de negócios populares deve incrementar ainda mais a área de franquias no Brasil. De acordo com dados da Associação Brasileira de Franquias (ABF), o setor registrou um faturamento de R$ 76 bilhões em 2010, um crescimento de 20,4% em relação ao ano anterior.

“A Ambev foi a primeira empresa de bebidas a investir no segmento de franquias no Brasil. Desde 2004, desenvolvemos projetos que atendem diferentes perfis de empreendedores e havia muito interesse em criar um modelo voltado ao segmento popular, aos micro e pequenos empreendedores e àqueles que desejam investir em um negócio familiar. Após diversas pesquisas chegamos ao modelo Nosso Bar, que leva a excelência do nosso sistema de franquias ao público que tem  menos  capital para investir. A expansão da classe C, o aumento de renda da população e ampliação das linhas de crédito são fatores que devem impulsionar ainda mais este negócio”, explica João Paulo Badaró, diretor de Novos Negócios da Ambev.

 

Setor de franquias no Brasil

O segmento de franquias no Brasil cresceu 20,4% em 2010, em comparação a 2009. De acordo com dados da Associação Brasileira de Franquias (ABF), o setor registrou um faturamento de R$ 76 bilhões e aumento das redes em operação de 12,9%, se comparado ao ano anterior. Atualmente, existem 86,3 mil unidades franqueadas e próprias no Brasil. Para 2011, a ABF estima um crescimento de 15% no volume de negócios, se comparado a 2010, com grande potencial para micro e pequenos empreendedores. O aumento de linhas de crédito e adesões aos sistemas de franquia de baixo custo impulsionou o setor.

 

Modelos de franquias

A AmBev foi a primeira companhia em seu segmento a desenvolver o segmento de franquias de bebidas. Além do projeto Nosso Bar, a companhia mantém cinco modelos de franquia: Quiosque Chopp Brahma, Loja Chopp Brahma Express, Carrinho Chopp Brahma, Seu Boteco e Bar Brahma. Os interessados em obter mais informações sobre os projetos podem acessar o site:www.francap.com.br

 

 

Nosso Bar

Investimento inicial: a partir de R$ 28 mil

Taxa de franquia: R$ 15 mil

Investimento Total:  a partir de R$ 28 mil

Faturamento Médio Estimado: R$ 25 mil

Taxa Royalties: de R$ 250 a R$ 500,00 fixos ao mês.

Previsão de retorno do investimento: a partir de 12 meses

 

Quiosque Chopp Brahma

Esse formato de franquia foi desenvolvido para corredores de shoppings, aeroportos, rodoviárias e galerias. Os quiosques podem ser ter dimensões de 4m², 9m², indoor ou street.

Quiosque Chopp Brahma

Taxa de franquia: a partir de R$ 10 mil
Investimento inicial: a partir de R$ 25 mil (sem o ponto comercial)
Royalties: 12% sobre a compra de produtos
Taxa de propaganda: 5% sobre a compra de produtos
Previsão de retorno do investimento: em média, de 18 a 24 meses
Faturamento mensal bruto (média): a partir de R$ 30 mil

Site: www.francap.com.br

Site da empresa: www.choppdabrahma.com.br

 

Chopp Brahma Móvel

Lançado em novembro de 2007, modelo destaca-se pela praticidade e comodidade que leva ao consumidor.

Chopp Brahma Móvel

Setor: Bebidas/Alimentos
Taxa de franquia: não há – concedido mediante licença de operação na prefeitura
Investimento inicial: a partir de R$ 10 mil
Royalties: 12% sobre a compra de produtos
Taxa de propaganda: 5% sobre a compra de produtos
Previsão de retorno do investimento: a partir de 12 meses
Faturamento mensal bruto (média): a partir de R$ 5 mil
Site: www.francap.com.br

Site da empresa: www.choppdabrahma.com.br

 

Loja Chopp Brahma Express

Formato que permite levar o serviço em domicílio. O prazo de retorno estimado é a partir de 18 meses.

Loja Chopp Brahma Express

Setor: Bebidas/Alimentos
Taxa de franquia: de R$ 80 mil
Investimento inicial: a partir de R$ 250 mil (sem o ponto comercial)
Royalties: 10% sobre a compra de produtos
Taxa de propaganda: 4% sobre a compra de produtos
Previsão de retorno do investimento: a partir de 24 meses
Faturamento mensal bruto (média): R$ 150 mil
Site para informações de franquias : www.francap.com.br

Site da empresa: www.choppdabrahma.com.br

 

 

Informações para Imprensa:

Erika Freitas

In Press Porter Novelli Assessoria de Comunicação

Tel.: 55.11. 3323-1532 e 9433-4212

erika.freitas@inpresspni.com.br

www.inpresspni.com.br

 

| busca

| leia também

| twitter Ambev