Valores Ambientais

Assuntos
Ambev > Valores Ambientais > Gestão ambiental > Sistema de Gestão Ambiental da Ambev
a A

Sistema de Gestão Ambiental da Ambev

01.01.1900 00:00

Somos referência em melhores práticas ambientais. Adotado em 1992, ainda na Brahma, nosso Sistema de Gestão Ambiental possibilitou a redução do consumo de recursos naturais e de emissão de CO2 no processo fabril.

A Ambev reduziu em 27,2% o consumo de água em suas fábricas entre 2002 e 2009.

O Sistema de Gestão Ambiental da Ambev segue o Princípio da Precaução, reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) durante a Conferência Rio 92. O princípio define que as ações para prevenção de danos ao meio ambiente não devem ser postergadas. Mesmo quando não há comprovação científica, diz a ONU, todo o esforço deve ser realizado a fim de evitar os danos sérios ao ecossistema ou à saúde humana.

São três as vertentes do sistema: (i) redução da captação de água e do consumo de energia, (ii) aumento do índice de reciclagem dos resíduos e (iii) diminuição na emissão de poluentes. Para que as metas sejam atingidas, cada uma das fábricas da Ambev conta com o trabalho de um gerente de meio ambiente.

Cada unidade fabril tem metas claras de ecoeficiência: reduzir o consumo de água, gastar menos energia, diminuir a emissão de poluentes, aumentar o índice de reciclagem dos resíduos e, não menos importante, garantir o tratamento da água utilizada para a devolução na natureza. Todo esse trabalho conta com a supervisão de um gerente ambiental.

Os resultados são eloquentes. Entre 2002 e 2009, a Ambev reduziu em 27,2% o índice geral de utilização de água para produção de bebidas. Nos últimos 10 anos, o índice de consumo de água caiu mais de 33%. Entre 2010 e 2011, o volume de água economizado nas unidades seria suficiente para abastecer por um mês cerca de 580 mil pessoas, mais do que população de Florianópolis (SC). As unidades que produzem exclusivamente refrigerantes têm índices expressivamente baixos. Sapucaia (RS), por exemplo, consome apenas 1,53 litro de água para cada litro produzido. A unidade de Jundiaí (SP), 1,55 litro e a Curitibana (PR) 1,56 litro.

Adotamos fontes renováveis de energia desde 2003. Hoje, 27% da nossa matriz energética é composta de combustíveis provenientes de fontes renováveis.  O uso de biomassa, biogás e gás natural, em substituição ao óleo combustível, reduziu, em cinco anos, 35% a emissão de CO2 na atmosfera – o que equivale ao plantio de 1,6 milhão de árvores.

Graças à prática, a Ambev é a primeira indústria de bebidas apta a negociar crédito de carbono com certificação da ONU, alinhada ao Protocolo de Kyoto, com a prática da Filial Viamão. Esse conjunto de práticas também traz resultados financeiros positivos. Em 2009, a Ambev reaproveitou 98,2% de todo o subproduto gerado no processo de fabricação de bebidas das fábricas, gerando uma receita extra de R$ 78,8 milhões.

 

 


Energia limpa
O gerente da fábrica da Ambev em Jacareí (SP), Luis Fernando Alan de Mello, explica o sistema de cogeração de energia e suas vantagens para o meio ambiente.

| busca

| leia também

| twitter Ambev