Reciclagem na produção: um bom negócio

Publicado em 24.10.2016

Quando falamos em cerveja a associação com happy hour, celebração entre familiares e amigos é quase imediata. O que pouca gente lembra é do processo produtivo e do trabalho ambiental desenvolvido pela indústria para minimizar o impacto de sua operação no meio ambiente. As cervejarias da Ambev, por exemplo, quase não produzem lixo, pois a empresa reaproveita mais de 99% de seus subprodutos.  Só no ano passado, a companhia deixou de descartar 1.567.193.72 toneladas de lixo, esse volume equivale ao lixo produzido por cerca de 5 milhões de brasileiros nesse mesmo período.

Nessa cadeia sustentável não é só o meio ambiente que ganha, cerca de 200 empresas trabalham na venda desses resíduos e a receita  incremental da cervejaria foi de R$ 118,7 milhões em 2015, R$ 3 milhões a mais que o montante arrecadado em 2014. O bagaço do malte e o fermento residual, por exemplo, viram ração animal, enquanto a terra que seria descartada após a filtragem da bebida é utilizada como matéria-prima na fabricação de tijolos e o lodo proveniente das estações de tratamento de efluentes vira adubo orgânico. A empresa também reaproveita cacos de vidro na produção de novas garrafas. Essa rede gera mais de 200 empregos diretos. Para Ambev isso é ser sustentável: promover iniciativas para que toda a cadeia seja beneficiada.

Informações para imprensa
Máquina Cohn & Wolfe

ambev@maquinacw.com

(11) 3147.7900