Resíduo Zero e Clima

_sustentabilidade_residuos_770x320

A redução do impacto das embalagens no meio ambiente está entre as nossas principais ações de preservação ambiental no caminho por um mundo melhor. Reciclar, reutilizar e reaproveitar são as palavras de ordem quando desenvolvemos as nossas latinhas e garrafas. Queremos, cada vez mais, nos fortalecer como referência na construção de embalagens eco-friendly: a do Guaraná Antarctica, por exemplo, é considerada a primeira PET 100% reciclada do Brasil.

Com esse objetivo, investimos também em garrafas de vidro retornáveis. Com ciclo de vida maior, elas demoram mais tempo para virar resíduo. Resultado? Economizamos energia, água, outros recursos naturais e diminuímos a poluição do meio ambiente.

Uma das nossas principais medidas para reduzir as emissões de gases do efeito estufa é a diversificação das fontes energéticas: em vez de combustíveis fósseis, preferimos as formas renováveis. Atualmente, a biomassa já representa mais de 37% da nossa matriz calorífica.

Conheça as metas globais de meio ambiente relacionadas à resíduos e clima que vamos batalhar até 2017 para construir um mundo melhor:

– Reduzir a emissão de gases de efeito estufa em 10% – META SUPERADA. Em 2016 já havíamos diminuído as emissões em quase 40%.

– Reduzir o consumo de energia em 10%

– 70% dos refrigeradores adquiridos anualmente devem ser de modelos mais ecológicos – META SUPERADA. Em 2016, 88,2% já eram nesse modelo e até o final de 2017 serão 96,5%.

– Reduzir globalmente em 100 mil toneladas o uso de materiais na produção de embalagens. A Ambev, no Brasil já diminuiu em 34,4 mil toneladas os materiais utilizados – praticamente o dobro do estipulado para a Ambev, que era de 17,5 mil toneladas.

Reduzir as emissões de gases de efeito estufa na cadeia logística em 15%META SUPERADA. Houve uma diminuição de 22% nas emissões.

Resíduo Zero e Clima

Sabemos que em conjunto a busca para reduzir o impacto ambiental é muito mais rica e eficiente. Assim, buscamos parcerias com instituições, governos e comunidade para colocarmos a mão na massa.

Gestão de resíduos sólidos industriais

Internamente, fazemos gestão de resíduos sólidos industriais baseada no reaproveitamento de subprodutos do nosso processo produtivo. Atualmente, isso representa mais de 99% de todo o resíduo sólido gerado em nossas unidades fabris e constitui também uma fonte de receita para a nossa empresa.
Na Companhia, mais de 99% dos subprodutos dos processo produtivo são reaproveitados. O bagaço do malte e o fermento residual, por exemplo, viram ração animal, enquanto a terra infusória que seria descartada é utilizada como matéria-prima na fabricação de tijolos. Já o lodo proveniente das estações de tratamento de efluentes, vira adubo orgânico.

Conheça
outras iniciativas

Além de investir em ações para a conscientização de Consumo Inteligente, investimos em mais três pilares de sustentabilidade.